10 gatilhos mentais para aumentar as vendas

Por | Social Media na Uníntese |


A expressão “gatilhos mentais” está cada vez mais presente na vida das pessoas, especialmente de quem trabalha com marketing e vendas. Mas nem todos sabem do que se trata.

E você, já ouviu essa expressão? Sabe o que são os tão falados gatilhos mentais?

Se ainda não, chegou a hora de entender de uma vez por todas como essa ferramenta pode ajudar muito no crescimento de um negócio e nas vendas.

Para você entender melhor do que estamos falando, vamos exemplificar em 10 gatilhos mentais infalíveis utilizados nas principais empresas do mundo.

Confira!

10 gatilhos mentais para aumentar as vendas

1 – Escassez

O gatilho da escassez é um dos mais antigos que existem e funciona muito bem até hoje. Neste caso, as empresas usam o argumento de que determinado produto ou serviço é escasso ou está acabando. Essa sensação leva a pessoa a comprar muitas vezes no impulso ou para não perder a oportunidade. Por exemplo: no supermercado, quando um produto está em oferta com as últimas unidades disponíveis, provavelmente você vai adquirir. E mais: muitas vezes, comprará mais do que precisa, apenas pela escassez.

2 – Urgência

Nos sites de venda, é comum aparecer uma contagem regressiva para que você efetue a compra com desconto. Esse é o gatilho da urgência, que instiga a pessoa a comprar antes que o tempo acabe. A Black Friday é um exemplo de gatilho de urgência. As pessoas se preparam muitas vezes por meses para não perderem a oportunidade de gastarem naquela determinada data. Aqui, são as famosas “ofertas por tempo determinado ou enquanto durar o estoque”.

3 – Prova Social

Você já deve ter visto em sites e perfis de lojas depoimentos de pessoas que recomendam determinado produto ou serviço. Isso chamamos de prova social, e ocorre quando outras pessoas se prontificam a dar um testemunho de que vale a pena você investir, assim como elas fizeram e ficaram felizes com a compra. Utilizar esses depoimentos (ou reviews, em inglês) aumentam muito a confiança no que está sendo vendido. Afinal de contas, não é a loja que está elogiando, mas sim um cliente, assim como você.

4 – Autoridade

Quantas vezes já nos deparamos com marcas cujos slogans trazem frases como “temos 40 anos no ramo” ou ainda “somos pioneiros em nosso mercado”. O objetivo nesse caso é demonstrar que naquele ramo a empresa é referência, autoridade. Aqui, a intenção é transmitir a convicção para a pessoa que está comprando de que aquele é o melhor lugar para adquirir um produto ou serviço. Autoridade leva à credibilidade, que é meio caminho andado para uma boa venda.

5 – Novidade

Quem não gosta de uma novidade, de experimentar algo pela primeira vez? Seja um restaurante, uma loja, um novo modelo de aparelho eletrônico ou até a camisa do seu time de futebol, a verdade é que a novidade atrai muito o ser-humano. A sensação de garantir algo durante seu lançamento dá uma sensação de prazer, aumenta a autoestima. Quando esse gatilho é trabalhado no marketing, o resultado pode ser de vendas espetaculares.

6 – Exclusividade

Numa época em que nossas vidas são expostas em tempo real pelas redes sociais, muitas pessoas gostam de compartilhar experiências únicas, exclusivas. E aí está um gatilho ótimo de ser explorado, especialmente por quem trabalha com produtos de alto valor agregado (roupas caras, joias, carros). Se sentir exclusivo gera uma sensação incrível nas pessoas, e se elas estiverem dispostas a gastar, é a melhor combinação possível!

Trabalhar com exclusividade mexe com o ego das pessoas, podendo ser uma ótima ferramenta para alavancar negócios.

7 – Prazer e Dor

A relação de prazer e dor está ligada com a maioria dos gatilhos mentais. De maneira geral, a maioria das pessoas têm uma rotina corrida e com muitos sacrifícios, renúncias. No entanto, o nosso funcionamento pede que tenhamos também recompensas, e é aí que reside o prazer. Somos movidos pela relação prazer x dor. Pense nas tarefas diárias do trabalho, em que você dedica 1 mês inteiro de esforço e é recompensado pelo salário. De tempos em tempos, provavelmente você se presentei, compre algo que gosta. É a recompensa, que dá sentido ao seu esforço. Trabalhar esse gatilho junto aos clientes pode ser muito valioso para todas as partes!

8 – Amor e Conexão

Sim, muitas pessoas amam marcas e tudo que elas representam dentro do imaginário de cada um. Um bom exemplo desse gatilho é a relação entre torcedores e seus times de futebol. Quanto mais apaixonado for o torcedor, mais chance de ele ir aos jogos, pagar ingresso, virar sócio do clube, comprar camiseta, enfim, gastar!

Motociclistas chegam a tatuar a marca Harley Davidson em seus corpos. E nem sempre isso acontece pelo fato de ser a motocicleta mais confortável ou rápida. O que ocorre aqui é que a marca transmite a sensação de liberdade, de ir além. Quem ama um determinado produto ou marca tem mais chances de gastar com sua paixão.

9 – Garantia

Talvez você já tenha se deparado com aquelas propagandas que prometem devolver o dinheiro do cliente caso ele não sinta-se satisfeito com determinado produto. Esse é o gatilho de garantia, quando a empresa demonstra tamanha confiança naquilo que está vendendo que será difícil a pessoa não ficar satisfeita. Garantia gera confiança e torna a pessoa mais propensa ao consumo com segurança e convicção!

10 – Storytelling

Quem não se comove com histórias bonitas, de superação, de felicidade, de propósito? Se você vende um produto, conte a história dele, diga quem são as pessoas envolvidas no processo, desde a fabricação até a entrega. Se for uma marca com um propósito mais humanista, melhor ainda. Pessoas se conectam com pessoas, não esqueça!

Storytelling vem do inglês e significa contar uma história. E é exatamente isso que você deve aplicar ao seu negócio caso a história seja interessante e válida de ser compartilhada.
Por exemplo: você já deve ter comprado um produto artesanal, feito à mão por alguém, numa localidade afastada, cuja produção é pequena, limitada e cuja renda serve para alimentar aquela família. Percebeu que nessa descrição já temos uma história?

Essa narrativa desperta atração, curiosidade e desejo de consumir!

O storytelling é uma das ferramentas mais poderosas que as marcas têm. Explorar esse gatilho mental com sabedoria pode levar seu negócio a outro patamar.

Conclusão

Utilizar dos gatilhos mentais nos negócios é sobretudo uma habilidade que deve ser desenvolvida em equipe de marketing e de vendas.

Ambas as áreas estão, sem dúvida, entre as que mais crescem hoje em dia.

A Faculdade Uníntese oferece os cursos de graduação em Gestão Comercial e Gestão de Marketing. É possível fazer a faculdade totalmente a distância, isto é, sem a necessidade de o estudante sair de casa.

Os cursos são autorizados com nota máxima pelo MEC e formam profissionais que certamente poderão atuar nas principais empresas do mercado. Independente de a pessoa estar recém buscando uma profissão ou aquelas que já têm experiência e querem ampliar ainda mais o que já sabem, fazer uma graduação é o melhor caminho.

Agora que você já sabe o que são os famosos gatilhos mentais para aumentar as vendas, que tal aproveitar a oportunidade de ingressar na faculdade hoje mesmo, com uma ótima condição?

Então, clique neste link e faça sua inscrição agora mesmo!