Como ter Inteligência Emocional e ser um profissional melhor?

Por | Social Media na Uníntese |


Você já deve ter ouvido falar sobre inteligência emocional, mas sabe exatamente do que se trata?

Se ainda não, acompanhe esse texto até o final para entender que, dominando essa qualidade, você terá ótimas chances de ganhar destaque profissional.

O que é Inteligência Emocional?

A inteligência emocional é a capacidade de administrar as emoções para atingir os objetivos. Essa expressão é um conceito da psicologia, que caracteriza o indivíduo que é capaz de identificar seus sentimentos e emoções com mais facilidade.

O conceito foi amplamente difundido nos últimos anos, especialmente a partir do livro Inteligência Emocional, do psicólogo norte-americano Daniel Goleman.

No ambiente profissional, essa característica tem ganho cada vez mais destaque. E não é à toa!

Quem não gosta de trabalhar e conviver com pessoas estáveis, não é mesmo? Alguém com alta inteligência emocional consegue lidar com medos, insatisfações e inseguranças de forma que não interfiram na sua performance no trabalho.

Pessoas inteligentes emocionalmente também conseguem resolver problemas com mais naturalidade e, consequentemente, com melhores resultados.

Um lembrete: não confunda Inteligência Emocional (IE) com Quociente de Inteligência (QI), este atribuído aos conhecimentos de cunho intelectual, científico ou acadêmico.

Como desenvolver a Inteligência Emocional?

Antes de desenvolvermos essa habilidade, temos que entender como está nossa inteligência emociona. Vamos supor um exemplo: digamos que alguém faz uma tarefa errada no seu ambiente de trabalho, que afetou nos seus afazeres. Sua reação é de explodir de raiva e xingar quem errou ou de tentar entender o acontecido e criar uma solução?

Se a resposta for a primeira opção, você precisa desenvolver a inteligência emocional.

A boa notícia é: esse processo é gradual, constante e pode ser conquistado por todos nós. Separamos algumas dicas simples e fáceis de incorporar ao dia a dia. Em pouco tempo, você perceberá que a inteligência emocional terá aumentado consideravelmente.

1 – Aprenda a dominar suas emoções

Sabe aquela vontade de mandar tudo para longe? Que tal começar a modular essas emoções, respirar fundo e evitar atitudes impulsivas? Tentar ao máximo manter a calma e agir com a razão é uma das melhores habilidades que você pode ter. No início, é mais difícil, mas aos poucos, você perceberá que, incorporando esse hábito, você só tem a ganhar.

Alguns hábitos ajudam a desenvolver esse controle:

  • respirar fundo;
  • meditar;
  • fazer exercício físico;
  • correr;
  • caminhar;
  • fazer pilates

Lembre-se que dominar as emoções é uma construção. É natural não conseguir em todos os momentos, mas é fundamental você ter sempre em mente que precisa manter o controle na maioria das situações.

2 – Aprenda a lidar com as emoções negativas

Ficar triste é normal, e, vez ou outra acontece para todos nós. O que não podemos é deixar que sentimentos como raiva, medo e insegurança tomem conta de nós. Se você perceber que não consegue se sobrepor às emoções negativas, o mais indicado é procurar auxílio de um profissional da psicologia.

3 – Saiba como lidar com a pressão

Vivemos num mundo moderno, repleto de pressões vindas de todos os lados. Seja do chefe, da rotina com a família ou até mesmo em questões financeiras, a verdade é que estamos constantemente sendo cobrados.

Para que possamos dar conta do máximo de tarefas possíveis, evitando problemas, recomendamos que você crie uma tabela de prioridades e tarefas. Dessa forma, conseguirá desempenhar as funções com foco e resolutividade.

Fazer pausas rápidas, respirar, se alimentar bem também ajuda você a ter a inteligência emocional necessária para evitar a ansiedade e dar o melhor encaminhamento diante das pressões.

4 – Desenvolva a resiliência

A capacidade de passar por determinadas situações que causam desconforto, mantendo a firmeza, sem perder o foco é o que podemos chamar de resiliência. Essa capacidade é indispensável em nossas vidas. Quanto mais nos envolvemos em tarefas e responsabilidades, maior a chance de nos depararmos com o desconforto, com o imprevisto.

Criar mecanismos internos para manter a racionalidade diante do que pode nos machucar, por exemplo, é uma habilidade gigantesca. Assim, diante de um problema, respire fundo e tente criar soluções.

Você perceberá que apesar de termos que conviver com o que não nos faz bem naquela circunstância, podemos sair fortalecidos.

5 – Conheça seus limites

Aprender a lidar com as emoções não significa ter que estar passivo a todas as situações. Pelo contrário.

Primeiramente, conhecer a si mesmo é imprescindível para o desenvolvimento da Inteligência Emocional. Quantas vezes você disse “sim” ou “não”, sem refletir de fato sobre o impacto dessas respostas?

Saber o que de fato agrada você e aquilo que realmente incomoda pode ser libertador em suas escolhas, na definição da profissão, na busca pelo emprego dos sonhos.

Antes de mais nada, precisamos reconhecer que dentro de todos nós residem fraquezas e virtudes, e não há nenhum problema nisso!

O importante, entretanto, é respeitar seus limites e dar o melhor de si naquilo que te faz bem, naquilo que você é bom. Se falhar, todavia, tudo bem. Entenda o que ocasionou uma eventual falha, aprenda com isso e tente melhorar numa próxima oportunidade.

Por que pessoas inteligentes emocionalmente têm sucesso profissional?

A inteligência emocional é uma das mais importantes soft skills, estas habilidades comportamentais determinantes no sucesso dos profissionais atualmente. Dessa forma, uma pessoa com domínio dessa característica consegue se comunicar melhor, resolver melhor os problemas, ser mais produtivo.

E é essa combinação de características sobretudo que as empresas procuram e valorizam.

Em contrapartida, muitos de nós passam a cuidar dessas habilidades de forma tardia. Por isso, a Faculdade Uníntese incluiu em seus novos cursos de graduação um foco também nas soft skills.

O objetivo é que o profissional que sai da graduação esteja pronto para os desafios do mercado de trabalho nos aspectos técnicos, mas também comportamentais.

Se você está em busca de uma formação completa, que acima de tudo ensine você a ser um profissional capaz de fazer a diferença, seu lugar é na Faculdade Uníntese.

Portanto, clique neste link e conheça nossos cursos.