Metaverso: o que já é realidade nessa nova tecnologia?

Por | Social Media na Uníntese |


Você já deve ter ouvido falar sobre metaverso, mas sabe do que se trata essa expressão? Acompanhe esse texto, que vamos ajudar você a decifrar um pouco sobre essa nova realidade que encanta a uns e assusta outros tantos.

Se vale um spoiler antes de prosseguir: o metaverso não está tão avançado quanto alguns pregam e nem tão na ficção quanto muitos acreditam.

Mas afinal, o que é, e para que serve a tecnologia metaverso?

Descubra nos próximos parágrafos.

Ahhh, antes que você imagine que estamos preparando um guia completo sobre o metaverso, vale um lembrete. Pelo fato de ser um assunto muito recente, decidimos voltar esse conteúdo para quem ainda não entende muito sobre o tema.

O que é o Metaverso?

Para começar, não existe um conceito único de metaverso. Mas se pudermos definir de forma simples, trata-se de uma tecnologia que permite à pessoa ter vivências no ambiente virtual.

Ok, mas isso já não acontece na internet?

Na verdade, o metaverso usa a conectividade da internet para elevar a experiência do usuário a um outro patamar. A promessa é que dentro de algum tempo as pessoas possam ter uma vida paralela no ambiente virtual, inclusive com a chance de trabalhar, socializar, ir a shows, festas e reuniões. Tudo dentro dessa realidade do metaverso.

Há quem diga que a evolução da internet é o metaverso.

Imagine você e seus amigos se reunirem para ir a uma festa, mesmo morando em países diferentes. Com o metaverso, bastará você colocar um óculos de realidade virtual e lá estará, desfrutando de cada momento junto aos amigos.

Detalhe: isso tudo vai acontecer sem que você precise sair de casa.

Parece ficção científica, não é mesmo?

Na verdade, esse conceito de vida on-line não é novidade, sobretudo para quem gosta de games. Jogos como The Sims tinham esse conceito de ter uma vida virtual.

Já em Second Life, era possível ter uma vida completa no ambiente on-line através de avatares (perfis).

O metaverso é diferente, pois você terá vivências o mais próximo do real possível. Os mais empolgados apostam que em dado momento, a perfeição gráfica dentro do metaverso será tão grande que as pessoas poderão se confundir se estarão na vida real ou virtual.

E é justamente aí que está o grande desafio.

Quando o Metaverso será realidade?

Na verdade, o metaverso já está entre nós, inclusive com empresas investindo milhões para estarem dentro desse ambiente que ainda se restringe, na maioria dos casos, ao universo dos games.

Ainda não há um consenso sobre quando a população terá acesso ao metaverso de fato, com todas suas potencialidades. O grande impasse apontado hoje em dia é o excesso de tecnologia necessária para atingir uma experiência imersiva no metaverso.

Especialistas afirmam que é necessário um aumento de cerca de 1000 vezes na qualidade gráfica dos dispositivos para que as pessoas tenham realmente a sensação de estarem tendo uma vida paralela.

A internet também precisará evoluir muito em capacidade de carregamento de dados para que o metaverso se consolide.

No entanto, já há experiências bem avançadas no ambiente metaverso. Por exemplo, o jogo Fortnite teve shows da cantora Ariana Grande e do rapper brasileiro Emicida. As apresentações ocorreram apenas para quem estava conectado ao jogo.

Aqui em nosso país, as marcas já fazem as primeiras experiências no metaverso, como a Brahma, que criou um bar no ambiente virtual. Já a operadora de telefonia TIM montou uma loja no metaverso. No entanto, a iniciativa foi criticada pela qualidade dos gráficos, que não teria ficado a contento dos usuários.

Até mesmo o Banco do Brasil já fez uma experiência, ao incluir uma agência bancária dentro do jogo GTA.

Marcas famosas como Nike e Gucci já lançaram diversos produtos no metaverso.

 A Facebook mudou o nome para Meta. Em uma carta divulgada, o fundador da empresa, Mark Zuckberg, afirma que a nova tecnologia é a evolução da internet.

“A próxima plataforma será ainda mais imersiva – uma internet incorporada na qual você está na experiência, não apenas olhando para ela. Nós chamamos isso de metaverso e fará parte de todos os produtos que construirmos.”

Oportunidade para profissionais do marketing

Embora ainda seja muito recente até pouco palpável para a maioria das pessoas, o metaverso veio para ficar. E essa é uma grande oportunidade para profissionais das mais diversas áreas, sobretudo para o marketing.

Um novo ambiente de relações de consumo e de fontes de receita fazem do metaverso um mundo de possibilidades. E diante desse cenário, salta na frente quem antes dominar e entender a que se propõe o metaverso.

As novidades dessa nova tecnologia são infinitas, cabendo aos melhores profissionais adaptar o marketing da vida real ao ambiente meta.

Aliás, quem opta por uma graduação em marketing hoje em dia está fazendo a escolha certa. Com as mudanças tecnológicas atuais, o profissional do marketing é imprescindível para o sucesso de uma empresa.

A Faculdade Uníntese oferece a graduação em Marketing totalmente EaD, sem que o aluno precisa sair de casa. Ao longo de 2 anos, o estudante terá acesso aos conteúdos mais modernos da atualidade. Ao final, poderá trabalhar em qualquer empresa na área de marketing, tanto na vida real quanto no metaverso.

Quer saber mais detalhes? Clique neste link e descubra o que o curso de Marketing da Uníntese tem como diferencial?

Conclusão

Hoje, no Brasil, mais de 4 milhões de pessoas já tiveram alguma experiência no metaverso. Isso que a tecnologia ainda está na fase inicial. Tudo indica que realmente nossas vidas terão forte influência desse ambiente virtual nos próximos anos.

No entanto, tudo ainda está muito distante. O lado bom é que essa transição, sobretudo para as grandes experiências virtuais, será gradual. Nada de achar que você tem que comprar um óculos de realidade aumentada hoje mesmo e que a vida será a partir desse dispositivo de imediato.

A princípio, os próprios óculos e dispositivos passarão por muitas adaptações até chegarem à maioria das pessoas.

A própria tecnologia 5G precisa estar disponível para que as pessoas possam ter acesso ao metaverso. Só esse processo já leva alguns anos. A estimativa é que em 2026, cerca de 25% da população passe ao menos uma hora no metaverso.

Por fim, muita coisa ainda vai acontecer e a nossa dica é: tenha curiosidade e esperança que a tecnologia possa nos ajudar a viver num mundo melhor!