Como fazer um currículo perfeito? Descubra já!

Por | Social Media na Uníntese |


Você sabe como fazer um currículo perfeito, daqueles que causam ótima impressão nos recrutadores? Se ainda não, leia esse texto até o final. Temos certeza de que, com todas essas dicas, você terá um currículo muito bem feito, que vai te fazer ganhar pontos valiosos na sua próxima seleção de emprego.

Como fazer um currículo perfeito?

Currículo vem da expressão latina CURRICULUM VITAE que significa curso de vida. No currículo, é exposto o histórico da carreira do indivíduo para que as empresas possam avaliar se o candidato a um determinado emprego, possui os atributos necessários para quem ocupará a posição de trabalho.

Neste texto iremos conhecer o conteúdo e a estrutura de um bom currículo, pois ele é o primeiro passo na busca por um emprego.

A primeira dica antes de começar a redigir o seu currículo é tentar imaginar o percurso que o mesmo cumprirá até atingir a finalidade almejada: a entrevista de emprego.

Pergunte-se: que empresa é esta para a qual estou enviando meu currículo? Quem deverá ler meu currículo? O que estará procurando? Qual será a forma mais clara de expor minha experiência para esta pessoa/empresa?

Ou seja, o currículo deve ser elaborado, ou pelo menos ajustado, com foco na empresa e no recrutador, que é a pessoa responsável por receber os currículos de todos os candidatos e selecionar apenas alguns para uma entrevista ou um processo seletivo.

A aparência do currículo

Um currículo que chama a atenção é aquele que tem boa apresentação visual, é sucinto, com um bom tamanho de letra e de fácil compreensão. Organize o currículo em tópicos bem destacados. Para os títulos de cada tópico utilize uma fonte de destaque e tamanho 16 ou aproximado. No restante das informações, prefira fonte ARIAL, tamanho 12.

Quanto ao número de páginas, o currículo perfeito tem apenas uma, porém, se não for possível compactar todas as informações necessárias em uma página, duas ainda está de bom tamanho. Acima disso, não é recomendado, seu currículo ficará cansativo de ser lido e possivelmente será descartado se o recrutador não for muito paciente.

A respeito disso, você deve pressupor que, independente de quem for o recrutador, ele possui uma série de atribuições além de escolher os candidatos para o processo seletivo, então, você não deve esperar que ele tenha a obrigação de ler o seu currículo de ponta a ponta, mesmo tendo várias páginas. Lembre-se que o principal interessado em conseguir o emprego é você. As empresas que fazem a divulgação de uma vaga através de jornais ou redes sociais costumam receber uma média de 50 currículos para cada vaga anunciada. Então, todo o esforço que você fizer para capturar a atenção do recrutador, é de extrema importância.

Seja objetivo!

Um bom currículo deve deixar claro o seu interesse, destacar as qualificações que o habilitam a ocupar o cargo em questão, demonstrar os resultados e contribuições nas empresas onde atuou e enfatizar seus pontos fortes.

O que deve constar no currículo?

NOME COMPLETO – procure evidenciar seu nome, utilize fonte de letra maior, pode colocá-lo em negrito. Evite usar abreviações do tipo: Marcos S. W. Santos.

ENDEREÇO – algumas vagas são específicas para determinada região, o seu endereço pode ser determinante na escolha.

TELEFONES – esse item merece atenção especial. Deixe mais de um número para contato. Celular fora da área de serviço espanta qualquer um, inclusive sua chance para emprego.

 E-MAIL – muitas empresas preferem receber currículos por e-mail e também o utilizam para enviar avisos sobre os processos seletivos e entrevistas.

Lembre-se que você será avaliado por cada detalhe, então evite informar aqueles e-mails adolescentes do tipo “paulinha_baladeira@email.com”, ou “marcelovidaloka@email.com”. Se for necessário, crie um e-mail mais profissional para informar no currículo.

FOTO A foto não é obrigatória em um currículo, mas certamente, ela pode lhe auxiliar e muito a ser chamado para o processo seletivo ou para uma entrevista. Mas por favor, não faça uma selfie, nem recorte aquela foto que está no seu Facebook, na qual aparece o braço de um amigo no seu ombro.

O ideal é que ao se preparar para buscar um emprego, você procure um estúdio ou um profissional de fotografia, e faça algumas fotos 3×4 específicas para o mercado de trabalho.

Você pode sorrir para a foto, ou não, como se sentir melhor, o importante é que sua imagem transmita confiança, simpatia e profissionalismo.

O que colocar nos dados pessoais?

DADOS PESSOAIS Para fornecer informações pessoais deve-se verificar o grau de importância que a mesma apresenta. A idade, o estado civil, e se possui habilitação para dirigir, são dados que interferem no processo de triagem dos currículos, então, devem ser informados. Por outro lado, não indicamos que você informe os números de documentos pessoais, somente se a empresa solicitar. Outro item que antigamente era solicitado, mas hoje em dia, não precisa ser informado é a filiação. Esta é uma prática de outros tempos, quando para conseguir bons empregos, você precisava ser filho de alguém importante.

OBJETIVO É imprescindível que o objetivo esteja bem definido. Este item merece uma atenção especial, pois além de informar o cargo que se pretende ocupar, você deve usar este tópico para dizer à empresa para a qual está enviando seu currículo, por que deseja trabalhar lá.

Seja autêntico, EVITE frases prontas do tipo:

“Desejo colocar meus conhecimentos em prática desenvolvendo minhas habilidades e contribuindo para o crescimento da empresa”…

Ao invés disso, seja franco e tente usar suas palavras para expressar realmente o porquê de estar se candidatando à vaga.

Por exemplo:

“Desejo candidatar-me à vaga de Executivo de Vendas, pois estou à procura de um trabalho que me propicie novos desafios, visando crescimento profissional na carreira que escolhi, e, claro, gerando resultados para mim e para a empresa”.

FORMAÇÃO ACADÊMICA – Indique os cursos começando pelos que fornecem diplomas (graduação, mestrado, doutorado), se possuir. Se você não tiver graduação, informe sua escolaridade (ensino médio completo ou incompleto), informe também se possuir algum curso técnico. Seja sucinto, nada de colocar onde você fez a Pré-Escola e o Jardim de Infância.

Para os cursos de curta duração, de atualização e aperfeiçoamento, cite apenas os que tenham relevância com o objetivo determinado no currículo. De nada adianta candidatar-se à vaga de Auxiliar Administrativo e mencionar o curso de Arte Culinária. Como você viu anteriormente, o currículo estar adaptado à vaga pretendida.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL – Procure indicar as empresas na ordem inversa, de forma que as mais recentes fiquem em destaque. O indicado é informar os três últimos empregos, mas se houver um emprego mais antigo que você julgue importante, informe-o.

Os dados que devem conter são: o nome da empresa, a cidade onde se localiza, o período em que trabalhou em cada uma (data de entrada e de saída), e também o cargo ocupado. Sugerimos a você escrever uma breve descrição das atividades e principais realizações.

Diga a verdade sempre!

Vale salientar que, ao omitir dados como a data de entrada e saída, o recrutador pode deixar de chama-lo por achar que esta omissão foi intencional, para esconder uma curta passagem pelos empregos anteriores.

É verdade que uma pessoa que pula de emprego em emprego em curtos períodos de tempo, não é bem o que as empresas procuram, mas lembre-se de que não é ao fazer o currículo que você deve se preocupar com isso, mas sim durante sua passagem pelos empregos. A permanência em uma mesma empresa por dois anos ou mais demonstram sobretudo valores como persistência, dedicação e comprometimento, o que é muito valorizado pelo mercado de trabalho.

DATA – No final do currículo coloque a data, isto ajuda a mostrar à empresa que as informações estão atualizadas.

Por último, capriche no português

Fazer um currículo eficiente é antes de mais nada uma arte, e pouca gente sabe disso. Mas, antes de enviar aos recrutadores, certifique-se de que seu CV não tem erros de português e que está com todas informações necessárias.

Essa etapa é muito importante sobretudo, a checagem final. Imagine você montar um currículo rico de informações, bem construído e por uma desatenção, deixar um erro de português. Esse vacilo pode contudo excluir o candidato no processo seletivo.

Gostou desse material? Fique à vontade de compartilhar com quem você também acredita que vai gostar dessas dicas.

Se você ainda está na etapa de escolher o curso de graduação, fica o convite para conhecer os cursos da Faculdade Uníntese. Assim, se começar a estudar agora, em pouco tempo, você terá a chance de colocar no currículo a formação em uma área de alta empregabilidade, como Gestão Comercial, Gestão Financeira, Processos Gerenciais e Marketing. Quer saber mais? Clique neste link e descubra como é simples e rápido começar sua graduação.

Em conclusão, agora que você já sabe como fazer um currículo perfeito, que tal descobrir quais as áreas com maior empregabilidade nos próximos anos?